Archive for the entrevistas Category

Bate Bola com Daniela Procopio

Posted in entrevistas on fevereiro 10, 2012 by duzett

  Daniela Procopio nasceu em São Paulo. Desde pequena já se envolve com artes em geral escrevendo textos e contos. Formou-se em Desenho industrial, especificando-se em Design gráfico, produzinho livros de arte, catálogos, convites e arte de CD’s.

Então, Daniela decidiu dar um novo passo em sua vida e assumir o desejo de cantar profissionalmente, pois já cantava desde criança.
Promoveu inumeros saraus em sua casa, cantando entre amigos e desenvolvendo sua arte. Apresentou-se no musical “Branca de Neve”, pisando nos palcos pela primeira vez, no teatro do Leblon, na sala Fernanda Montenegro.

Participou de shows de amigos e logo começou a gravar seu primeiro CD, que se chama “Daniela Procopio”, no qual foi lançado em 2008.

Freedom Music:  Qual sua inspiração para fazer musica ?

Daniela Procopio:  Minha inspiração é o ser humano. O Brasil, sua natureza. O movimento da vida. O sentimento de alívio que a música proporciona quando cantamos e ouvimos músicas que nos identificamos.

FM: Ultimamente você está em estúdio. Novo álbum a caminho? Nos conte tudo.

DP: Sim, depois de uma vasta pesquisa de ritmos e repertorio, estou no meio do processo de gravação do Segundo album, chamado “Gueixa tropical”. Venho escrevendo há anos no blog: http://www.gueixatropical.blogspot.com/ e me inspirando nesse novo trabalho, que fala do comportamento feminino. No primeiro CD, eu enfatizei a natureza feminina e agora foco mais na ação, no cotidiano, na realidade feminina. Pensando no equilibrio, tão dificil de se alcança, corpo e mente, paz de espirito e relacionamento com o outro, pensei na trajetória de vida, amadurecimento interno e felicidade. Lembrei da gueixas, das suas qualidades, como um ícone da servidão ao outro e adaptei para a minha realidade tropical e moderna de servidão ao outro por prazer. Lembro do profeta gentileza, do sorriso dos brasileiros, do povo feliz que nós somos e achei boa a adaptação. Começei a compor em cima dessa idéia, procurei parceiros amigos e encontrei apoio.

FM: Já pudemos ouvir alguns covers internacionais que você fez. De que maneira a musica internacional influi no seu trabalho?

DP:  Cresci ouvindo musica no radio, tenho muita infuência dessa musica soul, negra, americana. De Marvin gaye a Madonna, tem muita coisa maravilhosa, mas para fazer um trabalho pessoal, deve-se ouvir a musica interna que toca dentro da gente, mesmo sob todas as influências, por melhores que sejam. Também ouvi muita musica italiana. Cantava junto com as musicas, inventava novas soluções para as frases musicais. Acho que isso foi a melhor coisa, pois na verdade, estava exercitando novas divisões musicais, o que é interessante.

FM:  Voce acha que  a invasão do Pop, Black internacional a essência da MPB vem sendo perdida e deixada de lado no Brasil?

DP:  Não, de jeito nenhum. A musica nunca cresceu tanto, nunca houve tantos meios de divulgação e facilidades. Ou você faz coisa boa ou não faz. Agora não tem nada que disfarca o seu talento. Vai da cabeça do artista fazer o que lhe vem a mente. Quem julga são os ouvintes. O Brasil é a sexta economia do mundo e está super valorizado, por consequencia, o povo e sua cultura estão mais em voga do que nunca!

FM:  Qual a importância da musica na sua vida?

DP: Vital. Não sei o que seria de mim sem ela. Rs. Meu alívio, meu elixir.

FM:  Um cantor, cantora e banda.

DP:  Fiquei muito triste com a morte da Amy. Comprei seu CD póstumo…ah que beleza, a gente ouve do começo ao fim sem parar. Por falar em banda, fiquei sabendo que essa banda que estava tocando com ela, deu um norte musical ao seu trabalho e ao de outros artistas também. Falando em banda, assiti um filme documentario sobre a Jonny Mitchell e a banda que tocava com ela era: Jaco Pastorius no baixo, Pat Metheny na guitarra, Michael Brecker no sax, Don Alias na percussão…estou sob efeito até agora…Mas no Brasil existem grandes musicos, os antigos que já estão aí e os novos, jovens que vêm a música com muita seriedade e pegam firme.

FM: Quais as musicas que tocam no seu ipod?

DP:  Não são músicas que ouço no meu cotidiano de estudo e em casa. São músicas para corer, fazer esportes, dance music

FM: Muitos cantores não gostam de ouvir as próprias musicas, você é assim? Muito auto critica?

DP: Sou muito autocritica sim, por isso ouço minhas gravações dos ensaios à exaustão, para que, na hora de gravar, eu dê o meu melhor. Quando vou estudar uma música, posso ouvi-la por anos, cantá-la e gravar meus ensaios, ouvir, melhorar, gravar de novo, ouvir..melhorar…rs

Anúncios

Bate bola com Johnny Luxo

Posted in entrevistas on julho 15, 2011 by duzett

  Johnny é uma lenda da noite paulistana. Figura certa nas melhores festas e eventos de São Paulo. Dj e fundador de noites absurdas como Luxo Pop Show e Flash, ambas no clube Glória e ainda festas por todo o Brasil. Também já foi VJ na MTV Brasil.

http://twitter.com/realjohnnyluxo

Na entrevista a baixo, Johnny conta sobre seu gosto musical e sobre o que não pode faltar em uma balada!!

Freedom Music: Pra você o que não pode faltar para uma balada ser perfeita?

Johnny Luxo: Gente animada

FM: Quais músicas não podem faltar no seu set?

JL: Madonna, Gaga, Beyoncé, Mika, Kylie

FM: Quais as que nunca entrariam no seu set?

JL: Qualquer uma do Zezé de Camargo e Luciano e de qualquer outro artista sertanejo

FM:  Qual música representa a sua vida? Por que?

JL:  Tem tantas, Move Your Feet do Junior Senior, Xanadu da Olivia Newton John, Logical Song do Supertramp, porque são otimistas

FM: O que sempre toca no seu telefone amarelo, rs?

JL: Beat of My Drum

FM:  O que precisa para ser um luxo na balada?

JL:  Educação e gentileza

FM: Qual a importância da musica na sua vida?

JL:  Sempre gostei de música, é tipo quase como se fosse minha amiga, sempre presente em quase todos os momentos

Bate bola com Sergio K.

Posted in entrevistas on junho 20, 2011 by duzett

 Descendente de armênios, Sergio K, 28 anos, é protagonista de uma das maiores ascensões de moda no país. Criatividade, ousadia e bom gosto é o principal tema para ele e para seus consumidores. Fundada em 2004, hoje a marca é sinônimo de elegância na moda masculina brasileira.

 http://loja.sergiok.com.br/

Na entrevista a baixo, Sergio conta mais do seu gosto musical.

 

 

 

Freedom Music: Qual música representa a sua vida? Por que?

Sergio K: Reconvexo de Caetano Veloso, acho que tem  frases muito fortes, me identifico com ela

FM: Qual música você não houve de jeito nenhum?

SK: A nova fase de Whitney Houston

FM: Quais as músicas que tocam no seu iPod?

SK: U2, Stones, Depeche Mode, Beatles, Cazuza, Caetano, Bethania, Marisa Monte, Jorge Bem entre outras

FM: Um show inesquecível ?

SK: Michael Jackson e Madonna em SP

FM: Um cantor, cantora e banda?

SK: Cazuza, Amy Whinehouse, U2

FM: Qual seu estilo musical preferido?

SK: Musicas que falam ao coração

FM: Qual a importância da musica na sua vida?

SK: Total importância, trabalho ouvindo musica, dirijo, malho, viajo, pego no sono, sempre ouvindo musica

Bate bola com Helinho Calfat

Posted in entrevistas on maio 16, 2011 by duzett

  Com menos de 30 anos, o promoter Helinho Calfat organiza algumas das melhores festas de São Paulo, além de fazer assessoria para as melhores marcas.Ou seja, não para um minuto. Seu sonho de consumo é ter uma festa de aniversário que ele possa só curtir e não ter que organizar nada. Além disso, Calfat tem um dos blogs mais acessados do Brasil.

http://www.bloginoff.com.br/

Na entrevista a baixo, Helinho conta mais do seu gosto musical.

Freedom Music : Qual música representa a sua vida? Por que?
Helinho Calfat : Mr. Brightside- The Killers, quando ouço ela me sinto nas nuvens, leve, solto , feliz , alegre , na paz e melhor de tudo: em uma festa incrível!

FM : Qual música você não ouve de jeito nenhum?
HC : Sertanejo

FM : Quais as músicas que tocam no seu iPod?
HC : On The Floor- JLo, S&M- Rihanna feat Britney Spears, Rolling In The Deep- ADELE, Sweat- Snoop Dogg (David Guetta Remix), Price Tag- Jessie J, Born This Way- Lady GaGa, Grenade- Bruno Mars, E.T.- Katy Perry, Just Can’t Get Enough- Black Eyed Peas, Party Rock Anthem- LMFAO

FM : Um show inesquecível?
HC : The Killers, Paul McCARTNEY e Ivete no Madison Square Garden.

FM : Um cantor, cantora e uma banda.
HC : Paul, Tina Tuner e Kings OF Lion

FM : Qual seu estilo musical preferido?
HC : Eletrônico, e rock

FM : Qual a importância da musica na sua vida?
HC : É sempre bom curtir momentos e ter uma trilha sonora