Rita Lee, Zélia Duncan e Criolo se apresentam no aniversário de São Paulo

rita-lee-se-apresenta-no-green-move-festival-na-esplanada-dos-ministerios-em-brasilia-04112012-1352214361156_615x300

Uma festa regada a rap e rock nacional. O principal evento de comemoração aos 459 anos de São Paulo, na próxima sexta-feira (25), vai reunir os rappers Criolo e Emicida aos roqueiros Arnaldo Antunes, Edgard Scandurra e Rita Lee. Em palco a ser montado no Vale do Anhangabaú, no centro, o aniversário da capital contará ainda com a participação da cantora Zélia Duncan, que inicia a maratona de shows às 15h.

Organizado pela Secretaria Municipal de Cultura, o show 4 Gerações Cantam São Paulo visa a representar os diferentes estilos musicais que embalam os paulistanos há 50 anos. Rita Lee foi convocada a representar os anos de 1970 com sucessos como “Mania de Você”, “Doce Vampiro” e “Ovelha Negra”. Velha conhecida dos palcos da cidade, a artista será a última a cantar, por volta das 21h.

Os anos de 1980 serão lembrados em composições de Itamar Assumpção, na voz de Zélia Duncan. O compositor foi um dos líderes do movimento musical Vanguarda Paulista que, entre 1980 e 1990, reuniu artistas que lutavam contra o poder das gravadores, lançando selos e discos independentes. A cantora vai apresentar o espetáculo Tudo Esclarecido, onde homenageia Assumpção, morto em 2003.

O rock esquenta a festa com a chegada de Arnaldo Antunes e banda para representar os anos de 1990 – o show não segue ordem cronológica. Ao lado de Edgar Scandurra, ex-integrante do Ira! e do Ultraje a Rigor, ele sobe ao palco para tocar canções como Comida, sucesso dos Titãs, e Passe em casa, do grupo Tribalistas.

Criolo e Emicida representarão a nova geração da música paulistana a partir dos anos de 2000. Os rappers se apresentarão juntos às 17h, em uma mostra do que deve ser o futuro DVD da dupla, já em produção.

Samba

O tom eclético da festa será acentuado com a participação de sambistas do carnaval de São Paulo em evento no Memorial da América Latina, às 16 horas, na Barra Funda, zona oeste. Acompanhados de passistas, baianas e percursionistas, representantes de escolas como Gaviões da Fiel, Rosas de Ouro e Império de Casa Verde vão lavar a “Mão”, escultura de Oscar Niemeyer, em homenagem ao arquiteto morto em 2012.

Com organização da Secretaria de Estado da Cultura, a música também vai rolar no Parque Ecológico do Tietê, na zona leste, onde a cantora Wanderléa canta sucessos de Roberto Carlos, a partir das 14h.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: