Maroon 5 faz show memorável para 30 mil pessoas em São Paulo

Uma multidão de fãs enlouquecidas aguardavam ansiosamente os primeiros acordes da banda norte-americana Maroon 5, que voltou a São Paulo para mostrar na Arena Anhembi as faixas de seu atual álbum de estúdio, Overexposed, em um show memorável na noite deste domingo (26). Em um clima de histeria coletiva o frontman – e também galã – Adam Levine subiu ao palco acompanhado de seus companheiros ao som de seu novo hit, Payphone.

“Boa noite! É muito bom estar aqui com vocês. Tudo mundo está confortável?”, perguntou o vocalista, que teve como resposta gritos ensandecidos da plateia. A segunda faixa de noite foiMakes Me Wonder, com a inteligente introdução de Don’t Stop ‘Til You Get Enough, de Michael Jackson, que contou com uma coreografia curiosa de Levine.

Os gritos das garotas, em notável maioria na arena, aumentavam na mesma proporção em que os rebolados do vocalista, que mostrou seu poder vocal nas faixas Lucky Strike e If I Never, acompanhado por um coro formado pelas 30 mil pessoas que prestigiavam o show. “Eu não sei falar português, mas prometo que da próxima vez em que estiver aqui vou saber falar algumas palavras para vocês”, disparou Levine.

“Vocês são incríveis. Há alguns meses atrás, quando ficamos sabendo que vendemos 30 mil ingressos para essa apresentação, dissemos ‘oh, meu Deus’. Nós nunca vendemos 30 mil ingressos para um único show na vida. Muito obrigado, é o maior show de nossas vidas”, agradeceu antes de empunhar sua guitarra para apresentar os bem executados solos de Hands All Over e o hit This Love.

Já no meio da apresentação, Levine vestiu uma camiseta camisa da Seleção Brasileira que foi atirada ao palco por uma fã, e iniciou um excelente cover da marcante Seven Nation Army, do The White Stripes. No meio da execução, Levine assume as baquetas enquanto o guitarrista James Valentine, mostra que também é bom nos vocais. Para o delírio das fãs, o cantor ameaça tirar a roupa enquanto Valentine pega seu violão para uma versão acústica a romântica canção She Will Be Loved – acompanhada em uníssono pelo público.

Em clima de êxtase total, a banda voltou ao palco para o bis. Enrolado em uma bandeira do Brasil e usando uma camiseta com os dizeres “Adam quer ser o pai dos meus filhos?”, o vocalista anunciou o single Daylight, e afirmou que a faixa é sua música preferida em seu novo álbum. No melhor estilo Justin Timberlake, Levine avisou: “agora vamos dançar”, antes de um excelente cover de Sexy Back seguido por Don’t You Want Me.

A escolhida para encerrar a apresentação foi o hit Moves Like Jagger, canção mais esperada da noite e bem recebida pelo público. Sem mais delongas, o banda deixou o palco e uma plateia muito satisfeita e feliz com a promessa de Adam: “nós voltaremos em breve, até mais!”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: